Gutenberg Ventures

O que esperar do metaverso em 2022? | Investificar

O termo “metaverso” foi, sem dúvidas, uma das palavras mais utilizadas no ano de 2021 pelas pessoas envolvidas com tecnologia digital. O conceito ganhou forças quando o Facebook mudou o nome de sua empresa controladora para Meta. Isso acabou gerando uma onda crescente de interesses por esse setor da tecnologia que deve continuar neste ano e nos anos que se seguem.

De forma resumida, metaverso vem do prefixo grego “metá” que significa “em seguida” ou “além de”, por isso a palavra metaverso remete ao significado de “além do universo”.

Em outras palavras, essa nova tecnologia trata-se de um ecossistema digital que permite que as pessoas interajam, cooperem, joguem e façam negócios como a compra e venda de NFTs, compra e venda de imóveis e até mesmo terrenos virtuais, isso tudo utilizando criptomoedas.

Por ser um ecossistema que ainda se encontra no início, espera-se que em 2022 ele continue trazendo ótimas oportunidades com suas inovações e desenvolvimentos. Afinal, a tendência é que quase tudo vá se concentrando ali, envolvido nesse universo.

Portanto, neste artigo, iremos abordar o que podemos esperar dessa tecnologia para este ano e alguns projetos para ficar no radar.

Marketing e publicidade no metaverso

Neste ano de 2022, devemos considerar que os setores de marketing e publicidade se integrem ainda mais no metaverso, dando continuidade aos movimentos e tendências do ano passado.

Empresas focadas em imóveis no metaverso já estão de olho, por exemplo, em terrenos e arranha-céus em um mundo chamado Decentraland, em Crypto Valley, que é o metaverso correspondente ao Vale do Silício, que também tem bairros para compras, modas e arte.

Nesse sentido, empresas como Louis Vitton, Gucci, Burberry e outras marcas de luxo já adentraram no metaverso e devem puxar diversas outras marcas a adentrar neste universo esse ano, via NFTs. Além disso, o mercado está muito otimista para que edifícios digitais possam em breve gerar receita por meio de locações e publicidade para essas marcas.

Com isso, cada vez mais o marketing terá que considerar o metaverso. Neste ano deverá crescer estratégias unindo o mundo não-digital do digital, gerando desejo por NFTs totalmente digitais ou que também possam ser utilizadas para ter acesso a itens físicos.

O setor educacional e o metaverso

Com o advento da pandemia de Covid-19, o EAD cresceu de forma significativa, já que se tornou uma alternativa para que alunos pudessem continuar seus estudos. No entanto, ao mesmo tempo que ele trouxe benefícios, não podemos deixar de destacar que esse método cria barreiras de relacionamento entre os estudantes e os professores, que estão separados por uma tela.

Essa tecnologia do metaverso, tende a se destacar trazendo novas experiências para os alunos. Quando adotamos esse método no sistema de ensino, aproximamos o ambiente da sala de aula dos alunos.

Assim, ao utilizar um óculos especial, alunos vão migrar automaticamente para este local, por meio da inteligência artificial e da realidade aumentada. Nesse caso, o engajamento tende a ser maior, já que a nova experiência vem para reduzir a distância e quebrar a barreira da tela que afasta.

Veja também: Entenda o que é staking e o seu funcionamento no criptomercado

Projetos e jogos no metaverso

O sucesso de 2021, sem dúvidas, foram os jogos voltados para o metaverso e do tipo “play-to-earn”. Assim, neste ano, a tendência é que esse mercado se aqueça muito mais. Com isso, nesta seção iremos abordar alguns jogos com excelentes potenciais.

Galaxy Fight Club

Chamado de “Super Smash Bros” do universo NFT, Galaxy Fight Club é o primeiro jogo de luta e multiplataforma do mercado.

O jogo de metaverso dá aos jogadores a chance de usar qualquer um de seus NFTs na batalha para ganhar recompensas Isso inclui o token nativo da empresa GCOIN.

MetaFighter

MetaFighter é um jogo de metaverso do tipo arcade baseado em NFT e do tipo “play-to-earn”. Ele reúne personagens, skins, habilidades e arenas que podem ser aumentadas, ganhas e trocadas.

Por meio de duelos na arena, os jogadores podem ganhar tokens FIGHT por meio de apostas de habilidade e aumentar seus ativos NFT para revenda no mercado.

Veja também: Conheça Alien Worlds, o segundo maior jogo DApp

Radio CACA

Com desenvolvedores experientes da Tencent e do Roblox, Radio Caca é apontado como um projeto de destaque em metaverso.

Radio Caca é um mundo virtual 3D onde os usuários podem comprar e possuir terras, construir lojas e galerias de arte digital. Além disso, podem criar e jogar jogos no universo digital.

Nesse sentido, o jogo opera sob um modelo de organização autônoma descentralizada (DAO). Assim, é governado por indivíduos com idéias semelhantes. O token nativo da Radio Caca é conhecido como RACA.

Segundo a TradingView, atualmente, o token RACA custa aproximadamente R$0,017 reais. Além disso, possui uma capitalização de mercado de pouco mais de 3 bilhões de reais.

O setor de saúde e o metaverso

No setor de saúde, o metaverso, que está sendo impulsionado pela adoção da tecnologia 5G, tem trazido vantagens significativas para os pacientes e profissionais da área.

Com isso, podemos destacar, por exemplo, o uso dessa tecnologia durante as cirurgias com crianças, onde elas utilizam óculos de realidade virtual para se acalmarem e se distraírem, além de ser uma ferramenta excelente para explicar de forma intuitiva e lúdica o procedimento.

Outro fator que deve ser muito mais explorado neste ano de 2022 é em relação ao uso da tecnologia em pré, intra e pós-operatório, onde os médicos podem analisar os exames em tempo real e com uma boa qualidade da imagem. Com isso, os médicos podem ter uma visão mais clara sobre a situação de cada paciente.

Considerações finais

Conforme observamos, grande parte das novidades e tendências para este ano de 2022 são continuidades e uma ampliação do que vimos ano passado. Nesse sentido, o metaverso, por ser um ecossistema totalmente novo, ainda tem muito a ser explorado.

Portanto, neste ano, terão muitas inovações a fugir dos olhos acontecendo no mundo digital. Cabe a cada investidor analisar os projetos e decidir em qual setor investir, seja o setor de jogos, publicidade, educacional, dentre outros.

Veja também: Metaverso: A tecnologia que já movimenta milhões

Fonte da notícia : https://www.investificar.com.br/o-que-esperar-do-metaverso-em-2022/

Data da publicação : 2022-01-04 13:46:57

#esperar #metaverso #Investificar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.